Imposto de Renda 2018 quem deve declarar

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2018

Quem já declarou nos anos anteriores, prepare-se agora para o imposto de renda 2018 e fique por dentro dos prazos exigidos pela receita federal. Declaração de Imposto de Renda 2018 – acompanhe os procedimentos.

Você não entende nada de imposto de renda? Saiba que este imposto que foi instituído no Brasil em 1922 é obrigatório para algumas pessoas. Saiba quem deve declarar o imposto de renda 2018 entre outros detalhes sobre o mesmo.

quem-deve-declarar-imposto-de-renda

Primeiramente não tem como fugir do Imposto de Renda 2018 (brinca-se até que se deve fugir do Leão, se referindo a Secretaria da Receita Federal que fiscaliza as declarações), mas existem os contribuintes que tem obrigatoriedade de fazer declaração no imposto de renda 2018. No último ano era obrigatório declarar o imposto de renda os contribuintes com renda acima de R$ 23.499,15 por ano e aquelas também que obtiveram renda maior que esta. Também são obrigados a declarar quem obteve recebimento de capital sob alienação de bens, direitos, posse de terrenos e/ou imóveis com valor superior a 300 mil.

No caso, para fazer a declaração do IR 2018, o contribuinte deve entrar no site da Receita Federal através de formulário próprio que pode ser a versão simplificada ou o modelo completo através do programa de declaração do imposto de renda 2018. Geralmente este formulário deve ser preenchido entre 1° de março a 30 de abril. O modelo simplificado estará vigente em 2018 e é estimulado pelo governo para facilitar a vida do contribuinte.

imposto-de-renda-quem-deve-declarar

Também estão isentas do Imposto de Renda 2018 além das pessoas com renda inferior a R$ 28.123,91 aquelas que não têm nenhuma propriedade em seu nome que tenha valor superior a R$ 300 mil. Também são isentas do Imposto de renda as pessoas portadoras de doenças graves, entre a lista de doenças estão: AIDS, Cardiopatia grave, cegueira, contaminação por radiação, doença de Parkinson, esclerose múltipla, espondiloartrose anquilosante, fibrose cística, hanseníase, nefropatia grave, paralisia irreversível e incapacitante, tuberculose ativa, neoplasia maligna, entre outras doenças que podem ser conferidas no link www.receita.fazenda.gov.br/GuiaContribuinte/IsenDGraves.htm.

Nestes casos não há limite de renda, a pessoa com as doenças graves ficam isentas do pagamento de imposto de renda. A justificativa para isso é que muitas pessoas, em razão destas doenças, muitas precisam se afastar do trabalho e muitas vezes se aposentar precocemente. Ou no caso, a pessoa tem muitas despesas médicas que tiram boa parte de sua renda, entre outras justificativas. Saiba mais acessando: Isenção Imposto de Renda 2018

Depois do processo de recebimento das declarações do imposto de renda 2018 a receita passa pelo processo de restituição das contribuições (se necessário) que é feito em etapas aos contribuintes e este deve ficar atento às datas e valores restituídos.

Leia Mais

Como fazer a declaração IR 2018 Passo a Passo

Fazer a Declaração do Imposto de Renda 2018 Passo a Passo

Para os que estarão realizando o imposto de renda pela primeira vez, e para os que ainda possuem dúvidas sobre a declaração, acompanhem o artigo e saiba como fazer primeira declaração de IR 2018, ou relembre como fazer.

Quem não tinha feito ainda, no mínimo já deve ter ouvido falar sobre como fazer a declaração do IR 2018, mesmo sem nunca ter feito, é possível dizer que o mesmo não é impossível de fazer só, apenas exige um pouco de disciplina das pessoas em guardar todos os comprovantes de rendimentos, a fim de não gerar transtornos.

como-fazer-a-declaracao-imposto-de-renda

E até parta quem já é veterano sobre o tema ainda possui dúvidas sobre como fazer a declaração do Imposto de Renda 2018, pois a cada ano os rendimentos das pessoas são maiores, e precisam ser declarados perante a receita anualmente.

Neste artigo será mostrado como funciona o procedimento da declaração do IR 2018. Desde a fase inicial, até o momento de ter que mandar os dados para a receita federal e validar a sua declaração. Procedimento que pode durar algumas horas, ou somente alguns minutos dependendo da situação de cada pessoa ou de cada empresa.

Antes de tudo é importante avisar que você precisará ter conexão à internet e a um computador, pois o IR 2018 é feito única e exclusivamente via online, assim como todos os anos, visando facilitar o trabalho de quem está declarando, evitando filas e transtornos que poderiam acontecer se tivessem que fazer a declaração diretamente com a receita federal.

Passo a passo para fazer a declaração do IR 2018

Em primeiro lugar é preciso baixar dois programas no site da receita federal. Estes dois servirão para: lançar os dados e fazer a sua declaração, e o outro para enviar toda essa documentação para a receita e efetivar os trâmites.

imposto-de-renda-como-fazer-a-declaracao

Depois de ter baixado os programas, começará a lançar os dados em um deles. É importante preencher todos os campos que considerar importantes, pois não é possível retificar as informações posteriormente, referentes a esse mesmo ano. As que são lançadas são as que serão enviadas e somente no ano seguinte poderá fazer modificações, realizando um novo imposto de renda.

Caso tenha colocado informações erradas e não tenha como voltar, o recomendável é que desinstale o programa e faça a instalação novamente. Assim correrá menos risco de cair na malha fina da receita federal e não terá transtornos, somente terá que preencher todos os dados novamente.

Depois de ter completado suas informações e agora já sabe como fazer a declaração do IR, é preciso usar o segundo programa baixado para enviar estas informações para a receita federal. O pagamento da alíquota poderá ser feito a traves de boleto que será gerado após fazer a declaração. Depois disso é só fazer o pagamento e acompanhar sua situação para saber se correu tudo certo.

A declaração do IR 2018 é de obrigação de todo os que se enquadram dentro das exigências, e deixar de fazer podem ser considerados crime dentro do país. Se ainda restou dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda 2018, acesse o site: www.impostoderenda.net.

Leia Mais

Imposto de Renda 2018 Declaração

Declaração Imposto de Renda 2018

As pessoas que já declaram o imposto de renda já sabem que, deixar esta ação para ultima hora não é algo recomendável, até porque os sites ficam sobrecarregados, sem falar que você pode cair na tão famosa “malha fina” por esquecer de declarar algum valor de ultima hora. É importante que todos se mantenham organizados em relação aos seus recebimentos, e guardar todos os documentos de movimentações financeiras durante o ano. Fazendo isso, a declaração do imposto de renda 2018 será mais tranquila e sem transtornos.

imposto-de-renda-2018-declaracao

Previna-se das multas por deixar de declarar o imposto de renda e 2018, pois elas não são baixas e podem comprometer a realização do imposto de renda de anos subsequentes.

Sabemos a importância da declaração do Imposto de Renda 2018 e por isso que muitas pessoas têm que ficar de olho nas datas e demais detalhes também. Confira tudo sobre a declaração do IR 2018.

Saiba que muitas informações podemos buscar na internet, e você está aqui para isso, para saber quando tem que fazer essa declaração, pois se passa do tempo a gente já sabe que acaba pagando multa, então é bom evitar uma serie de problemas que podem ser decorrentes desse atraso. Entenda como é importante você manter em dia, mesmo que seja todos os anos.

Quem deve Declarar o Imposto de Renda 2018

Mesmo que não sejam todas as pessoas obrigadas a declarar, é importante verificar os quesitos para ver se seu caso não se encaixa dentro da lista de pessoas que precisam fazer declaração de imposto de renda em 2018. As pessoas ou os casos isentos podem ficar tranquilos deste compromisso com a receita. Verifique aqui se você faz parte de um deles.

Primeiro passo é aprender como declarar imposto de renda 2018, por que tem muitas pessoas que começaram a declaração esse ano, e outras que mesmo já tendo feito acabam esquecendo também. Portanto, vejamos como funciona hoje e passo a passo para você aprender. Não tem erro. Abaixo deixamos orientações importantes para você conferir:

– Entre no site da receita e baixe o programa de cálculo do imposto de renda 2018

– Instale o programa do IR 2018 em seu computador

– Abra o programa e faça a simulação da sua declaração IR 2018

declarar-imposto-de-renda

Será interessante que você faça das duas maneiras, tanto a manual como também a que usamos pela internet, que é esse programa que a Receita disponibiliza para todos nós. Saiba que vale a pena a gente conhecer melhor. Ainda mais por que é importantíssimo esse assunto também. Hoje temos que manter atualizados nesse assunto, mesmo por que é somente uma vez por ano mesmo.

Você poderá conferir a data da declaração do Imposto de Renda 2018 na internet também, por que essa data quem passa é a própria Receita (Será do primeiro dia útil de março até o último dia útil de abril), então ela quem define essas datas e demais detalhes. Sempre que você tiver duvidas pode estar entrando no site para conferir, e para quem ainda não tem o endereço abaixo nós deixamos o Link, basta conferir:

– Site Receita Federal: www.receita.fazenda.gov.br.

Sempre bom se atentar as questões de datas para não atrasarmos a nossa declaração e não perdermos nada também. Por isso que é sempre bom a gente tomar cuidado também, hoje a internet está ai para nos auxiliar e não deixar a gente atrasar nada. Agora que você já sabe quando fazer a declaração imposto renda 2018 não tem erro e você pode manter suas coisas em dia também, o que é ainda melhor. Todos os anos temos que fazer, infelizmente, depois temos que aguardar a resposta da Receita, para saber quando será feita a restituição do Imposto de Renda 2018 se for o caso. É preciso acompanhar anualmente sua situação financeira, para que não se depare com alguma multa da receita por deixar de declarar. Conferir as regras todos os anos não leva muito tempo, e pode economizar grandes transtornos!

Leia Mais

Tabela Ajuste Anual IRPF 2018

IRPF 2018 Tabela de Ajuste Anual

Ao fazer a
declaração do imposto de renda 2018 você pode escolher o plano mais adequado ao seu perfil e ficar atento para os prazos quantias que possibilitam abater os valores aplicados do Imposto de Renda. Para isso é aplicado uma tabela progressiva que é aplicada também para os salários e também nos planos de previdência, confira a seguir a tabela de ajuste anual do IRPF 2018 e veja as alíquotas e valores.

tabela-imposto-de-renda

No caso do
Imposto de Renda 2018 existe uma tabela de ajuste anual que varia de acordo com cada período e no site da Receita Federal se encontra tabelas para diferentes períodos desde 1993 a 2001; tabela de ajuste de e de 2012 a 2018.

No caso da tabela de ajuste de exercício 2018 e ano-calendário  a base de ajuste anual é de acordo com a faixa salarial, de até R$ 28.123,91 não há nenhuma alíquota aplicada ou parcela a deduzir do imposto; agora se a faixa salarial fica entre R$ 18.799,33 até 28.174,20 a alíquota é de 7,5% e a parcela a deduzir do imposto de Renda é de R$1.409,95; a faixa salarial é entre 28.174,21 até 37.566,12, a alíquota aplicada é de 15% e a parcela a ser deduzida é de R$ 3.523,01; a faixa etária entre 37.566,13 até 46.939,56 a alíquota é de 22,5% e a parcela a ser deduzida é de R$6.340,47; agora se a faixa salaria é acima de R$ 46.939,56, a alíquota aplicada é de 27,5% e a parcela a ser deduzida é de R$ 8.687,45.

Já a tabela progressiva aplicada para exercício físico 2018 ano-calendário 2018 é de acordo com, a faixa salarial de até R$20.529,36, não há aplicação de alíquota e nem de parcela a deduzir do Imposto de Renda; de R$ 20.529,37 até R$ 30.766,92, a alíquota a ser deduzida é de R$7,5%, e a parcela a deduzir do IR é de R$ 1539,70; faixa salarial entre R$ 20.529,37 até R$ 30.766,92 a alíquota é de 15% e a parcela a ser deduzida é de R$3.847,22; a faixa salarial entre R$ 41.023,09 até R$51.259,08, a alíquota é de 22,5% e a parcela a ser deduzida do IR é de R$ 6.923,95; e faixa salarial acima de R$ 51.259,08, a alíquota é de 27,5 e a parcela a ser deduzida do IR é de R$ 9.486,91.

Para quem gosta de se precaver, já foi lançada a tabela de ajuste anual do Imposto de Renda a partir do exercício 2018, ano-calendário de 2018. Para ver essa tabela acesse o seguinte link no site oficial da Receita Federal: www.receita.fazenda.gov.br/aliquotas/tabprogressiva.htm. Já abaixo colocamos a tabela do IRPF 2018 vigente.

Tabela do Imposto de Renda 2018

Em breve disponibilizaremos a tabela do IR atualizada, lembrando que a Receita Federal a cada ano faz reajustes, por isso você deve consultar diretamente no site da Receita quais são os valores vigentes.

Leia Mais

Como Declarar Imposto de Renda 2018

Imposto de Renda 2018 Como Declarar

Declarar imposto de renda
é um procedimento anual e que não tem como fugir dela. Por isso que muitas pessoas querem aprender como é que podem fazer isso, quem nunca fez sempre tem duvidas, mas há ainda os que já fizeram, mas ainda tem dúvidas quando vai fazer de novo, o que é bastante normal mesmo. Confira como declarar o imposto de Renda 2018 passo a passo e não erre na hora de sua declaração.

declarar-imposto-de-renda-2018

Primeiro a gente tem que entender como que funciona para que não tenhamos erro quanto a isso. Saiba que declaração do IR 2018 é um dever seu, sem isso você acaba ficando irregular com a receita federal, e isso não é nada bom, você pode ter certeza. Veja mais informações sobre como funciona a declaração para que você possa fazer essa sem erro.

Com a chegada desse novo ano muitas pessoas querem saber Como fazer a declaração do Imposto de Renda 2018, por que temos que fazer isso daqui uns dias, então já é bom que saibamos como funciona para que depois possamos fazer sem erro. Mas a própria Receita Federal já facilita isso muito para todos os seus contribuidores, e para isso ela disponibiliza um programa onde o usuário baixa no site mesmo, e depois instala no computador. Esse programa ajuda muito a gente a fazer as contas corretas. Mas é sempre bom fazer com os dois métodos, ou seja, através do programa e também do método manual para que você possa fazer a comparação depois. Não podemos é perder a data, logo abaixo você tem o site onde poderá conferir maiores detalhes e informações a respeito.

Dessa forma fica bem mais fácil de você entender como pode declarar o imposto de renda, que todos os anos é um dever dos cidadãos que se encaixam nos requisitos da Receita também. Baixe o programa para calcular imposto de renda que a Receita disponibiliza gratuitamente para todos, abaixo tem o site:

• Site Receita Federal: http://www.receita.fazenda.gov.br/principal/declaracoes/declarairpf.htm

Já tem data para declarar o Imposto de Renda 2018 e por isso que todos devem atentar-se a essa data, pois depois que passa do prazo não tem como a gente participar mais. Então saiba como funciona e como fazer a sua o quanto antes. Quanto mais a gente adianta esse serviço mais fácil fica também. Muitos atrasam todos os anos por que não se atentam as datas, mas esse ano nem temos essa desculpa, por que hoje em dia a gente tem a internet onde podemos consultar todas as datas certinhas pra gente participar também e sem erro.

Leia Mais

Imposto de Renda 2018 Isenção

Isenção Imposto de Renda 2018

Estamos já em época de começar a pensar na
declaração do Imposto de Renda 2018, mas há ainda aqueles felizardos (ou não) que não são obrigados a fazer esta declaração de Imposto de renda, ou seja, aqueles que tem isenção do imposto de Renda 2018

imposto-de-renda-2018-isencao

A maioria das pessoas sabe da obrigatoriedade da declaração de imposto de renda 2018, mas existem algumas pessoas que são
isentas desta obrigatoriedade como é o caso de pessoas portadoras de algumas enfermidades que seguem em uma lista grande destas.

A lista de enfermidades em que as pessoas que as tem estão isentas de declarar o imposto de renda 2018 são as seguintes: AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida), Alienação mental, cardiopatia grave, contaminação por radiação Doença de Paget em estados avançados (ou também chamada de osteíte deformante), esclerose múltipla, fibrose cística, espodiloartrose anquilosante, hanseníase, neoplasia maligna, nefropatia grave, paralisia irreversível e incapacitante, tuberculose ativa.

Também são isentos do imposto de renda aqueles que provenientes de aposentadoria ou reforma motivada por acidente em serviço e também pela moléstia profissional (as conhecidas LERS, por exemplo). Mas, há alguns poréns sobre esta isenção, por exemplo, de trabalhador que tem uma das enfermidades acima, mas que ainda estejam trabalhando e aqueles que ainda estão trabalhando; aquele trabalhador que recebe concomitante a atividade empregatícia ou autônoma aposentadoria reforma ou pensão.

Para ter esta isenção de imposto de renda o contribuinte deve verificar se cumpre as condições para o benefício da isenção, no caso de cumprir as exigências deverão procurar médico oficial da União, dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios para que seja emitido um laudo pericial oficial que vai comprovar a moléstia. No laudo será colocada a data aproximada de quando a moléstia foi adquirida, mas quando não for possível datar, geralmente coloca-se como data de início da moléstia a data que foi feito o laudo. Este laudo deve ser apresentado na fonte pagadora, falando do cumprimento de todas as condições para gozar da isenção. No caso de hepatopatia grave são isentos os rendimentos auferidos a partir de 1/1/ 2005.

Quanto à obrigatoriedade do imposto de renda quem recebeu renda em soma igual ou superior a R$ 25.661,70, recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte cujo valor soma mais de R$ 40 mil; quem ganha capital e operações de bolsa de valores; quem exerce atividade rural em valor igual ou superior a R$ 128.308,50. Demais condições consulte o site da Receita Federal.

Leia Mais